Onde se Divertir – Ouro Preto

CAEM (Praça Tiradentes, 9 – Centro)

caem-ouro-preto
CAEM – Ouro Preto

O Centro Acadêmico da Escola de Minas é casa de grandes shows e festas dos estudantes. O lugar é basicamente um galpão com um palco, bar e muitos banheiros (obrigada, Senhor!). Não sei se pela embriaguez tradicional (afinal, beber umas antes, na Rua Direita ou na própria Praça é de praxe) ou pelo espírito jovem que tomava conta do meu ser, mas todas as vezes que fui a uma festa do CAEM, me diverti horrores! Acompanhe a programação e se prepare para sair imundo de lá – existe uma certa prática de rolar no chão do CAEM. Nunca me aventurei, mas vai que você se anima, né?

Repúblicas
Como disse, Ouro Preto é uma cidade estudantil, povoada por jovens em busca de muita diversão. Por isso, para se divertir, não há melhor lugar do que onde os estudantes se reúnem – nas Repúblicas. Fique atento à movimentação nos casarões que ostentam uma placa de identificação, converse com as pessoas na rua e descubram onde é o rock do dia.

Precisa de ajudar para planejar sua viagem? Chega aqui e descubra as experiências incríveis que podemos construir juntos. Com conversa, intimidade, experiência e vontade, dá para fazer uma viagem personalizada que te permita se encontrar (e se surpreender) onde quer que você vá.

Onde Beber – Ouro Preto

Rua Direita (Rua Conde de Bobadela)
É aqui que se concentra o burburinho e a diversão. Com muitos bares, restaurantes e lojinhas, a Rua Direita, que na verdade se chama Rua Conde de Bobadela, fica lotada à noite. As pessoas se dividem entre as mesas, escadas, calçada e rua, bebendo e conversando até a hora da festa – seja no CAEM, Repúblicas ou Centro de Convenções.

Ouro_Preto_14_07_2012
Rua Direita – Ouro Preto

Satélite (Rua Conde de Bodadela, 97 – Centro)
Em frente ao antigo Barroco – bar super tradicional que vendia uma coxinha delícia, daquelas que vêm com o ossinho da aposta, sabe? -, na Rua Direita, o Satélite está sempre cheio, a qualquer hora do dia. Seja porque fica aberto direto, porque tem cerveja sempre gelada (long neck e garrafa), ou porque o cardápio agrada a todos – é pizzaria, bar e lanchonete. Eu sempre acabo bebendo no Satélite, não tem jeito! E para acompanhar, a tradicional porção de filé com fritas (R$ 36,50 – meia porção).

Se mais do que saber sobre os lugares, você quer uma mãozinha para planejar a viagem, vem aqui e descubra as experiências incríveis que podemos construir juntos.

Onde Comer – Ouro Preto

O Passo (Rua São José, número 56 – Centro)
O Passo é um espaço lindo, grande e com vários ambientes abertos e fechados – tanto, que no sábado o restaurante estava fechado para um casamento. Se possível, tente ficar na varanda, que tem aquecedor, e às sextas e sábados à noite e tardes de domingo rola jazz ao vivo. Se não conseguir esse lugar na janelinha, não fique triste, os outros espaços também são bem charmosos.

Chegamos e tinha uma pequena fila de espera, mas como o lugar é grande, não esperamos nem 10 minutos. Apesar da pompa e da medalha no TripAdvisor, os pratos não são caros. De entrada, pedimos Carpaccio Tradicional (R$ 25) – tradicionalmente gostoso, apesar dos pães estarem um pouco secos. Na hora de pedir o prato principal, o garçom acabou se confundindo e trocou o meu Tornedor São José (R$ 47) pelo Gnocchi dos Namorados (R$ 49). Nada que atrapalhasse, pois o prato era minha segunda opção e estava muito gostoso, com filé alto, ao ponto, e um molho trufado de queijo delicioso. O gnocchi mesmo estava um pouco pesado demais, meio massudão, mas, mesmo assim, gostoso. Apesar da carta de vinhos interessante, a ressaca não me permitiu usufruir da adega.

A conta, com muitas Cocas, entrada e dois pratos principal, saiu por R$ 74 para cada.

Funcionamento:
Diariamente, das 12h à 0h

Se mais do que saber sobre os lugares, você quer uma mãozinha para planejar a viagem, vem aqui e descubra as experiências incríveis que podemos construir juntos.

Onde Ficar – Ouro Preto

Repúblicas
Para se hospedar nas repúblicas, é preciso conhecer algum morador para que ele te receba. A maioria das repúblicas federais são masculinas – 51 -, mas que aceitam receber mulheres. As condições dos quartos costumam ser meio precárias e nem sempre você vai encontrar sua cama desocupada. Porém, não existe melhor opção para quem quer se divertir, ser bem tratado e entrar no clima de Ouro Preto. Muitas festas são “exclusivas” para alunos ou acontecem dentro das repúblicas. Por isso, ser hóspede de alguma república é passaporte para a diversão e para o melhor lado de OP.

Você tem a opção de escolher entre as Repúblicas do Campus, que ficam próximas à UFOP – ou seja, longe do Centro, mas dentro de vilas só de moradias estudantis – e as Repúblicas do Centro, mais antigas e próximas à Rua Direita.

Em datas normais, fora carnaval e festas, a maioria das repúblicas não cobram pela hospedagem. Mas fazer uma gracinha é sempre uma atitude cortês.

Pousada Chico Anjo (Rua Passa Dez, s/n – Passa Dez)
A 2,5 Km da Praça Tiradentes, no Centro de Ouro Preto, essa pousada é simplesmente delícia e ótima para quem está indo com filhos ou para namorar.

A entrada parece um pouco estranha em um primeiro momento. É como se você tivesse entrando em uma fazenda e, de repente, chega aos quartos. A entrada para a pousada, na BR 356, fica à esquerda, antes de chegar no centro da cidade – tem placas no local.

entrada-pousada-chico-anjo
Pousada Chico Anjo – Ouro Preto

As suítes são chalés com sala, cozinha – algumas têm fogão e microondas – quarto com cama de casal e de solteiro e banheiro. Tudo muito bonito, sem luxo, mas muito bem arrumado e limpo. As toalhas estavam muito cheirosas, o colchão é box e o chuveiro é elétrico – você não precisa passar por aquele drama de esperar a água esquentar (quando esquenta).

chale-pousada-chico-anjo
Suíte da Pousada Chico Anjo – Ouro Preto

O café da manhã é um show a parte: servido no quarto, com tudo gostoso e quentinho. Pão de queijo, pão francês, mussarela, queijo minas, presunto, iogurte, salada de frutas, iogurte, bolo, geleia, biscoito, suco, leite e café.

cafe-pousada-chico-anjoO valor da diária é super em conta para o que oferecem – R$ 219,00 apartamento duplo superior (junho 2016).

Se você vai de carro para Ouro Preto, a Pousada Chico Anjo é uma excelente escolha – possui estacionamento e wi-fi gratuitos.

Precisa de ajudar para planejar sua viagem? Chega aqui e descubra as experiências incríveis que podemos construir juntos. Com conversa, intimidade, experiência e vontade, dá para fazer uma viagem personalizada que te permita se encontrar (e se surpreender) onde quer que você esteja.

Festas e Festivais – Ouro Preto

Festa do Doze
Essa é a data mais famosa para quem vive/morou/conhece/já ouviu falar em Ouro Preto. No dia do aniversário da Escola de Minas – 12 de outubro – as repúblicas do centro comemoram em alto nível. Muita cerveja, show e comida, normalmente “bancadas” pelos ex-alunos que voltam à cidade com suas famílias. A cidade fica lotada, com muita gente na rua, celebrando a embriaguez e a alegria de Ouro Preto.

Quando fui à festa, estava hospedada em uma das repúblicas – Pasárgada, meu amor – e, por isso, não tive problemas para entrar nas festas das outras casas. Não sei como funciona se você estiver à paisana, mas de qualquer forma, perguntar sobre o esquema da festa antes de adentrar o recinto é sempre uma boa ideia.

21 de Abril
Se o Doze é comemorado pelas repúblicas do centro, o dia 21 de abril é só alegria para as moradias construídas depois, perto do campus da UFOP. No mesmo esquema, as repúblicas abrem suas portas para comemorar com os ex-alunos e convidados a felicidade de se estudar e viver em Ouro Preto.

Festival de Inverno
Ouro Preto é frio. Frio combina não combina com gente na rua, certo? Errado. O Festival de Inverno de Ouro Preto está aí, desde 2012, mostrando que não há tempo ruim para a cultura. Com muitos shows, debates e palestras, a UFOP promove o evento nos vários espaços da cidade, em julho. É sempre muito legal (e frio)! Programe-se para visitar a cidade nesse período e desfrute do que Ouro Preto pode te oferecer.

festival-inverno-ouro-preto
Festival de Inverno – Ouro Preto

CineOP
Em junho, a cidade se transforma em um grande cinema a céu aberto. Uma super tela de cinema é montada na Praça Tiradentes e as pessoas se dividem entre palestras, exibições de filmes, cortejos, exposições e shows. A programação é sempre diversificada e ocupa, praticamente, todos os espaços da cidade. Aproveite!

Carnaval
Sou mineira de coração, mas admito que minha carne de carnaval sempre foi de Diamantina. Por isso, não tive a oportunidade de conhecer o carnaval de Ouro Preto – um dos mais famosos e antigos de Minas.

Pelo que sei, o esquema é ficar em pousadas, aproveitar os eventos da casa e acompanhar o máximo de bloquinhos possíveis – você pode comprar pacotes que incluem todo esse kit folia. Além disso, em alguns pontos da cidade, são realizados shows em palco fixo. Prepare os joelhos para as ladeiras, o fígado para a ressaca e os braços para jogá-los para cima, com os olhinhos fechados, ao som de muita música. Fique atento, é terminantemente proibido fazer xixi nas ruas – muitos amigos meus foram parar na delegacia por isso.

Precisa de ajudar para planejar sua viagem? Chega aqui e descubra as experiências incríveis que podemos construir juntos.

Pontos Turísticos – Ouro Preto

Centro Histórico de Ouro Preto
Não se iluda com o ar de presépio em miniatura que Ouro Preto tem, o Centro Histórico é grande e as ladeiras o deixam ainda mais cansativo. A vantagem é que as temperaturas na cidade costumam ser baixas e, por isso, você não vai suar tanto como se estivesse no Pelourinho, em Salvador. Independentemente do esforço físico, não se desanime, cada subida será recompensada com uma bela vista, cada escadaria com uma linda igreja e cada descida com um pão de queijo gostoso e uma cerveja gelada. Por isso, passe no Centro de Atendimento ao Turista, pegue seu mapa e taca-lhe pau!

O CAT (Centro de Atendimento ao Turista), localizado no segundo piso do Terminal Rodoviário 8 de Julho – antes de chegar à Praça Tiradentes -, funciona diariamente, de 7h às 17h. Mais informações: (31) 3551-5552.

Praça Tiradentes
Essa praça, principal de Ouro Preto, é ponto de partida (e de encontro) de quase todos os roteiros turísticos pela cidade. Fica no alto, por isso, é só escolher qual lado descer. Foi nesse local que a cabeça do inconfidente Tiradentes ficou exposta após o enforcamento. Com a proclamação da República, uma estátua em homenagem ao mártir foi colocada no centro da praça, de frente para o Museu da Inconfidência, que antes era a Casa da Câmara e também uma cadeia, e de costas para o Museu de Ciência e Técnica, o antigo Palácio dos Governadores. #treta

praca-tiradentes
Praça Tiradentes – Ouro Preto

Museu da Inconfidência (Praça Tiradentes, 139 – Centro)
O prédio mais bonito da praça é o Museu da Inconfidência – para onde Tiradentes está olhando. Se você gosta de história, vale muito a pena pagar os R$ 10 da visitação. Dentro, mobiliário, instrumentos e peças que faziam parte do dia a dia dos brasileiros na época da Inconfidência Mineira. É tudo muito bem conservado e a casa – antiga Casa da Câmara e prisão, mantém viva a lembrança da época.

Visitação: Terça a domingo, das 10 às 18h
Venda de ingressos até 17h20min

VALORES DO INGRESSO:
Inteira: R$ 10
Meia-entrada: R$ 5

O Museu é adaptado para portadores de necessidades especiais.

Museu de Ciência e Técnica da Escola de Minas (Praça Tiradentes, 20 – Centro)
Antigo Palácio dos Governadores, o prédio centenário abriga hoje o Museu da Ciência e Técnica da Escola de Minas da UFOP. Faz muitos anos que entrei no museu, mas o que me lembro são de muitas pedras preciosas, fósseis e equipamentos. Achei bem legal na época. Vi no site que hoje o prédio abriga também um observatório astronômico que pode ser legal. Mas, minhas melhores memórias do Museu são, sem dúvida, ficar sentada na mureta da entrada, tomando um solzinho e olhando o movimento da praça.

Casa da Ópera – Teatro Municipal de Ouro Preto (Rua Brigadeiro Musqueira – aos pés da Igreja N. S. do Carmo)
Quando você chega na porta do teatro, sempre rola aquela dúvida: será que é aqui mesmo? A fachada é muito simples e não condiz nem um pouco com o interior. O teatro é o mais antigo das Américas ainda em funcionamento – foi construído em 1770. As cadeiras são de madeira e o estofado não mente a idade, mas todos os três andares impressionam pela conservação. O ingresso é barato (R$ 2), pode-se ir em todos os níveis e é permitido fotografar. Se surpreenda com esse passeio além-igrejas.

Ingresso: R$ 2,00 | Estudantes pagam meia.
Telefone: (31) 3559 3256

teatro-ouro-preto
Teatro – Ouro Preto

Feira de Pedra Sabão (Largo de Coimbra – Centro)
Descendo a rua à esquerda de Tiradentes, você vai avistar a famosa feira de pedra sabão de Ouro Preto. São muitas barraquinhas com tudo o que você imaginar feito desse material – caixinhas, santas, vasos, fontes. As peças, artesanais, são muito bonitas e pesadas, por isso, o ideal é ir às compras próximo da hora de ir embora ou você vai passar o resto do dia carregando uma sacola pesadinha. As coisas não são muito caras, mas também não são baratas – pode dar uma chorada no preço sem medo!

Igreja de São Francisco (Largo de Coimbra)
Em frente à Feira, está a Igreja de São Francisco de Assis, declarada, em 2009, uma das Sete Maravilhas de Origem Portuguesa no Mundo. Com projeto básico da fachada e da decoração (com muito ouro) assinados por Alejadinho, a igreja possui ainda trabalhos do Mestre Ataíde, que pintou, além de outros painéis, o teto da nave – sua obra mais famosa.

O ingresso é meio carinho – R$ 10 -, mas dá direito a entrar na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição – Alejadinho está enterrado lá – onde funciona o Museu dedicado ao artista.

igreja-sao-francisco-ouro-preto
Igreja São Francisco de Assis – Ouro Preto

Se mais do que saber sobre os lugares, você quer uma mãozinha para planejar a viagem, vem aqui e descubra as experiências incríveis que podemos construir juntos. Com conversa, intimidade, experiência e vontade, dá para fazer uma viagem personalizada que te permita se encontrar (e se surpreender) onde quer que você vá.