Belo Horizonte

bh-mg

Falar da nossa própria cidade é uma tarefa difícil, afinal, muitas vezes, esquecemos que também somos turistas onde moramos. Já faz algum tempo que tenho tentado exercitar esse olhar de descoberta e encantamento acerca de Belo Horizonte – fazer programas culturais, prestar atenção nas árvores e admirar as construções que contribuem para a beleza e contam a história da cidade que escolhi para chamar de lar.

Mais do que dicas, neste post você vai encontrar amor. Muito amor! Por isso, prepare-se para também se apaixonar por BH.

Como é BH?

BH foi a primeira cidade planejada do Brasil. Sim, para uma candanga de nascença, esse fato é motivo de orgulho. Construída em torno da Fazenda do Cercado, base do núcleo do Curral del Rei (Wikipedia, sua linda!), o centro da cidade foi todo montado dentro da Avenida do Contorno, que deveria contornar BH, mas hoje circunda apenas uma parte da região centro-sul.

Dentro da Contorno, as ruas se cruzam perpendicularmente – umas seguem a ordem dos estados da costa brasileira (Rua Santa Catarina, Rua São Paulo, Rua Rio de Janeiro, etc.) e são cortadas pelas ruas com nomes relativos à Inconfidência Mineira (Rua Marília de Dirceu, Rua dos Inconfidentes, Rua Cláudio Manoel…). Uma verdadeira aula de história e geografia. A capital mineira possui hoje mais de 2,5 milhões de habitantes – 6ª maior cidade do Brasil.

Construída rodeada pela Serra do Curral, Belo Horizonte é uma cidade grande com ar de interior ou, como costumamos falar, uma roça grande. Entre os milhares de morros e árvores nas calçadas (as ruas de BH são muito arborizadas), é possível encontrar cavalos e até porcos. De verdade. Charretes também disputam lugar com os carros e maritacas costumam incomodar durante o inverno. Mas nada que a vista da serra não compense.

Por falar em serra, já comentei sobre os morros, né? Dependendo da região, andar a pé em BH é uma verdadeira aula de aeróbica. São muitas ladeiras e com inclinação que desafia a lei da física. Por isso, quando vier a BH, considere ficar nas áreas mais planas ou se tornar melhor amigo do Uber.

serra-curral-bh

Não sei se é por estar aconchegada na Serra do Curral ou se por ser mineira, mas fato é que Belo Horizonte é uma cidade extremamente acolhedora. As pessoas costumam ser bem simpáticas (sempre há exceção, mas…) e atenciosas. Somos também desconfiados, é verdade, mas nada que nos impeça de te amar.

Chegada

O aeroporto mais perto de BH é o de Confins, que fica a quase 40 Km de distância do centro. Ou seja, é bem longinho – a viagem demora em média 1 hora – e caro para ir de táxi. Uma corrida até o aeroporto custa cerca de R$ 120, pois é preciso pagar o retorno. A melhor opção para chegar à cidade é pegar o Conexão Aeroporto, ônibus que faz a conexão entre vários pontos da cidade e o aeroporto de Confins. Confira aqui os itinerários e preços.

Ao desembarcar em Confins, siga em direção ao Bob’s. À sua esquerda estará o guichê para comprar a passagem. Os ônibus saem, em média, a cada 20 minutos, são confortáveis e possuem wi-fi. Luxo puro.

Sobre a estrutura do aeroporto, posso dizer que a Copa e as Olimpíadas melhoraram bastante a oferta de serviços Atualmente, no saguão do aeroporto, além do Bob’s e Spoletto (únicas opções anteriormente), também tem uma filial da Cervejaria Backer (veja Onde Beber em BH), três lanchonetes e um restaurante com buffet e à la carte. Na sala de embarque: Casa do Pão de Queijo, California Coffee, Café Viena e mais uma lanchonete. Mas, como em todo aeroporto, nada de comida, só lanches caros.

Cervejaria Backer em Confins
Cervejaria Backer em Confins

Onde se Hospedar

Apesar de morar em Belo Horizonte, sou frequentadora assídua dos hotéis da cidade – consequência de quem ainda mora com os pais. Por isso, tenho muito o que falar (e com propriedade) quando o assunto é hospedagem em BH. Confira aqui os melhores hotéis de Belo Horizonte.

O que ver em BH

Não, BH não tem praia, não tem cristo e não tem a Paulista. Mas, em compensação, temos a Lagoa da Pampulha, a Praça da Liberdade e a Avenida Afonso Pena. Além dos mineiros, é claro, que são um patrimônio mundial. Hahaha… Confira os lugares imperdíveis em Belo Horizonte.

Mineirão, Pampulha - BH
Mineirão, Pampulha – BH

Programas Culturais

Durante muito tempo, a programação cultural da cidade era limitada às peças dos (bons) grupos locais, como Galpão e O Corpo, exposições no Palácio das Artes e alguns shows de artistas que animavam incluir BH entre Rio e São Paulo. Com o aumento de espaços culturais e, principalmente, o fortalecimento da cena alternativa na cidade, isso mudou. BH, hoje, é sim uma cidade com excelente programação cultural, quer ver?

CCBB - BH
CCBB – BH

Onde Comer

Decidir onde e o que comer em Belo Horizonte é uma tarefa deliciosamente difícil. Não, não temos a mesma quantidade e variedade de restaurantes que São Paulo, mas temos o Pão de Queijo mais gostoso, o que já compensa! Rs…

Como são muitas categorias e possibilidades, separei por grandes temas.

     comida-mineira

self-service     restaurantes-chiques-bh

pizzaria     carnes-bh

restaurantes-romanticos-bh     hamburgueria-bh

pao-de-queijo-bh

Onde Beber

Falar sobre os bares de Belo Horizonte é uma responsabilidade muito grande, mas meu histórico e período de faculdade me dão respaldo suficiente para tal missão. Em BH, beber é sempre o primeiro programa de grupo (ou de casal), afinal, não temos praia, não somos aficionados por corpos saudáveis e preferimos sempre uma boa amizade – nunca fiz amigos bebendo leite.

Como as opções e estilos são muitos, também dividi os locais para beber em categorias: BOTECOS – clássicos, com mesas de plástico na rua; CERVEJARIAS – BH possui excelentes rótulos de cervejas artesanais que, agora, abriram seus próprios espaços; BARES – diferentemente dos botecos, possuem mesas de madeira e/ou toalhas, além de um cardápio com pratos mais elaborados que filé com fritas; e os FIM DE NOITE – aqueles que (quase) nunca fecham e, por isso, não são a primeira parada dos butequeiros.

Aproveite a desculpa de estar na Capital dos Bares e se jogue!

Noite em BH

A noite de BH vai além dos bares e botecos. É possível ir a uma boate no porão ou em uma festa em uma quadra de samba localizada em um dos pontos mais altos da cidade. Em Belo Horizonte, dá para ir para o bar e depois para a balada ou ir para balada e, de manhã, ir para o bar. Tem de tudo um pouco e sempre bom. Veja aqui Onde Sair em BH.

Porta do Baixo Centro Cultural
Porta do Baixo Centro Cultural

Festas e Festivais

Se você está planejando visitar a cidade é bom saber que as atrações poderão ir muito além dos pontos turísticos. Cada vez mais, BH recebe festas e festivais que mobilizam grande parte da população por um bom (e divertido) motivo. Confira aqui as festas e festivais que acontecem em Belo Horizonte durante o ano.

Carnaval de BH 2016
Carnaval de BH 2016

Só conhece quem é de BH

Não tem jeito, tem coisas que só um local sabe. Como, por exemplo, onde encontrar a vista mais bonita da cidade ou qual a melhor feira de rua para beber cerveja artesanal. Como sou legal, compartilho o ouro com você. Chega aqui e descubra o que só quem é de BH conhece.

Passeios bate-volta de Belo Horizonte

Não somos o centro do mundo, mas estamos perto de muita coisa boa! Olha só onde dá para esticar estando em BH.

Inhotim, em Brumadinho - MG
Inhotim, em Brumadinho – MG

Instituto Inhotim – o museu de arte contemporânea e jardim botânico fica pertinho, são apenas 60 Km até a cidade de Brumadinho.

Ouro Preto – a cidade histórica sempre merece uma visita (e pernoite, pelo menos). Ouro Preto fica a 70 Km de BH.

De Viajante para ViajantE

– Converse com as pessoas. Mineiros são desconfiados, é verdade, mas também são as pessoas mais acolhedoras que você pode conhecer;

– Coma todos os pães de queijo possível. Temos os melhores, não se engane nem tente provar o contrário, você vai perder;

A voltagem em BH é 110v, mas a maioria dos hotéis usa 220v;

– Temos cervejas artesanais em supermercados a preços bem mais em conta. Aliás, temos um excelente para você comprar suas Backers, Walls e o que mais você quiser – Verdemar – eles também têm um dos melhores pães de queijo da vida;

Não se sinta mal em andar de táxi ou Uber em BH. Essa história de conhecer a cidade a pé só se aplica a uma pequena parte plana de Belo Horizonte. No resto, é só ladeira;

– Conhecer Belo Horizonte de verdade significa sentar em um dos seus muitos botecos. Sim, nada define melhor o belorizontino que uma mesa de bar rodeada de amigos falando sobre tudo;

– As mulheres são muito bonitas, mas isso não te dá o direito de abordá-las de maneira grosseira ou machista. Aliás, nem mineira nem qualquer outra mulher merece isso. Seja gentil com todxs;

Atlético e Cruzeiro são os grandes times de futebol de BH, mas é o América quem leva o título de queridinho (quase) unânime. Então, se quiser puxar papo, não hesite em usar o Coelho como isca;

Somos uma cidade grande com alma de interior, por isso, não se assuste com animais nas ruas e com bares fechando cedo;

– Sempre animamos uma cerveja e aguentamos beber bastante. Cuidado ao acompanhar um mineiro na bebida, você pode acabar se dando mal;

O “ali” de mineiro pode significar “lá longe”. Use o GPS;

Sou apaixonada por BH e espero que você também sinta o mesmo!

Dê alma às suas viagens. Com a ajuda do Por Ceca e Meca você pode viver experiências incríveis, com a sua cara, preço e alma. Deixe de desconfiança e venha ver o que o mundo tem a te oferecer.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s