Pontos Turísticos – Ouro Preto

Centro Histórico de Ouro Preto
Não se iluda com o ar de presépio em miniatura que Ouro Preto tem, o Centro Histórico é grande e as ladeiras o deixam ainda mais cansativo. A vantagem é que as temperaturas na cidade costumam ser baixas e, por isso, você não vai suar tanto como se estivesse no Pelourinho, em Salvador. Independentemente do esforço físico, não se desanime, cada subida será recompensada com uma bela vista, cada escadaria com uma linda igreja e cada descida com um pão de queijo gostoso e uma cerveja gelada. Por isso, passe no Centro de Atendimento ao Turista, pegue seu mapa e taca-lhe pau!

O CAT (Centro de Atendimento ao Turista), localizado no segundo piso do Terminal Rodoviário 8 de Julho – antes de chegar à Praça Tiradentes -, funciona diariamente, de 7h às 17h. Mais informações: (31) 3551-5552.

Praça Tiradentes
Essa praça, principal de Ouro Preto, é ponto de partida (e de encontro) de quase todos os roteiros turísticos pela cidade. Fica no alto, por isso, é só escolher qual lado descer. Foi nesse local que a cabeça do inconfidente Tiradentes ficou exposta após o enforcamento. Com a proclamação da República, uma estátua em homenagem ao mártir foi colocada no centro da praça, de frente para o Museu da Inconfidência, que antes era a Casa da Câmara e também uma cadeia, e de costas para o Museu de Ciência e Técnica, o antigo Palácio dos Governadores. #treta

praca-tiradentes
Praça Tiradentes – Ouro Preto

Museu da Inconfidência (Praça Tiradentes, 139 – Centro)
O prédio mais bonito da praça é o Museu da Inconfidência – para onde Tiradentes está olhando. Se você gosta de história, vale muito a pena pagar os R$ 10 da visitação. Dentro, mobiliário, instrumentos e peças que faziam parte do dia a dia dos brasileiros na época da Inconfidência Mineira. É tudo muito bem conservado e a casa – antiga Casa da Câmara e prisão, mantém viva a lembrança da época.

Visitação: Terça a domingo, das 10 às 18h
Venda de ingressos até 17h20min

VALORES DO INGRESSO:
Inteira: R$ 10
Meia-entrada: R$ 5

O Museu é adaptado para portadores de necessidades especiais.

Museu de Ciência e Técnica da Escola de Minas (Praça Tiradentes, 20 – Centro)
Antigo Palácio dos Governadores, o prédio centenário abriga hoje o Museu da Ciência e Técnica da Escola de Minas da UFOP. Faz muitos anos que entrei no museu, mas o que me lembro são de muitas pedras preciosas, fósseis e equipamentos. Achei bem legal na época. Vi no site que hoje o prédio abriga também um observatório astronômico que pode ser legal. Mas, minhas melhores memórias do Museu são, sem dúvida, ficar sentada na mureta da entrada, tomando um solzinho e olhando o movimento da praça.

Casa da Ópera – Teatro Municipal de Ouro Preto (Rua Brigadeiro Musqueira – aos pés da Igreja N. S. do Carmo)
Quando você chega na porta do teatro, sempre rola aquela dúvida: será que é aqui mesmo? A fachada é muito simples e não condiz nem um pouco com o interior. O teatro é o mais antigo das Américas ainda em funcionamento – foi construído em 1770. As cadeiras são de madeira e o estofado não mente a idade, mas todos os três andares impressionam pela conservação. O ingresso é barato (R$ 2), pode-se ir em todos os níveis e é permitido fotografar. Se surpreenda com esse passeio além-igrejas.

Ingresso: R$ 2,00 | Estudantes pagam meia.
Telefone: (31) 3559 3256

teatro-ouro-preto
Teatro – Ouro Preto

Feira de Pedra Sabão (Largo de Coimbra – Centro)
Descendo a rua à esquerda de Tiradentes, você vai avistar a famosa feira de pedra sabão de Ouro Preto. São muitas barraquinhas com tudo o que você imaginar feito desse material – caixinhas, santas, vasos, fontes. As peças, artesanais, são muito bonitas e pesadas, por isso, o ideal é ir às compras próximo da hora de ir embora ou você vai passar o resto do dia carregando uma sacola pesadinha. As coisas não são muito caras, mas também não são baratas – pode dar uma chorada no preço sem medo!

Igreja de São Francisco (Largo de Coimbra)
Em frente à Feira, está a Igreja de São Francisco de Assis, declarada, em 2009, uma das Sete Maravilhas de Origem Portuguesa no Mundo. Com projeto básico da fachada e da decoração (com muito ouro) assinados por Alejadinho, a igreja possui ainda trabalhos do Mestre Ataíde, que pintou, além de outros painéis, o teto da nave – sua obra mais famosa.

O ingresso é meio carinho – R$ 10 -, mas dá direito a entrar na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição – Alejadinho está enterrado lá – onde funciona o Museu dedicado ao artista.

igreja-sao-francisco-ouro-preto
Igreja São Francisco de Assis – Ouro Preto

Se mais do que saber sobre os lugares, você quer uma mãozinha para planejar a viagem, vem aqui e descubra as experiências incríveis que podemos construir juntos. Com conversa, intimidade, experiência e vontade, dá para fazer uma viagem personalizada que te permita se encontrar (e se surpreender) onde quer que você vá.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s