Pontos Turísticos – Cartagena

Puerta del Reloj
Sua primeira entrada nas muralhas da cidade deve ser pela Puerta del reloj por uma questão simples: é a mais linda e emblemática da cidade. Fica de frente para o braço de mar que separa a cidade amuralhada de Getsemaní – uma ponte levadiça liga os dois bairros. Antigamente, os arcos, que hoje servem para proteger do sol e abrigam ambulantes, eram usados como capela e arsenal na época em que havia também um fosso. A estátua, logo na entrada, é de Pedro de Heredia, fundador da cidade.

Puerta del Reloj - Cartagena
Puerta del Reloj – Cartagena

Plaza de los Coches
Pertinho da Puerta del Reloj, é a primeira vista que temos quando entramos na parte murada. É daqui que saem os passeios de charrete (preço COP 60.000 negociável) – não fiz e admito que me irritei um pouco com a enorme quantidade de charretes pelas ruas.

Em frente à torre, na Plaza, está o Portal de los Dulces. Embaixo dos arcos onde antes era um mercado de escravos, muitas mulheres expõem os doces típicos da região – alguns são tradicionais, mas alguns são bem “fora do padrão” brasileiro.

Plaza de la Aduana
No passado, a praça abrigava as principais construções administrativas da colônia. Hoje, os belíssimos casarões abrigam agências dos principais bancos, além do Hard Rock Café, da Prefeitura e do maior posto de Apoio ao Turista.

Esta é a maior praça da cidade e faz parte da história de defesa de Cartagena. Como as construções são lindas, rende boas fotos – no Natal, a praça fica toda decorada. Há vários vendedores frutas e artesanato por lá – vale uma paradinha para comer uma fruta gelada ou comprar uma bolsa colombiana, que aqui no Brasil é caríssima!

Plaza de la Aduana no Natal - Cartagena
Plaza de la Aduana no Natal – Cartagena

Plaza de Bolívar
A antiga Plaza de la Inquisición é uma ótima parada para tomar uma água ou um sorvete. Tem muitas árvores, o que significa sombra e, em Cartagena, sombra é ouro. Pare e sente em um dos banquinhos. Aproveite para olhar para cima e admirar as casas e, principalmente, as janelas. Ô janelinhas lindas e floridas! Obviamente, a estátua no meio da praça é do libertador Símon Bolívar, que emprestou seu nome a ela. A praça abriga ainda dois importantes museus, mas só fui em um – Museo de la Inquisición.

Janelas de Cartagena - Colômbia
Janelas de Cartagena – Colômbia

Museo Historico de Cartagena / Museo de la Inquisición (Plaza Bolívar)
Gente, vou ter que ser chata. A história contada no museu é legal e a casa tem seu charme e valor, afinal foi sede do Tribunal da Inquisição da “Santa” Igreja”, onde foram condenados à morte mais de 800 pessoas (as execuções eram na praça bem em frente). Mas a exposição, sinalização e apresentação das peças são realizadas de maneira muito amadora. Apesar de ser uma boa oportunidade de entender melhor a história da Colômbia e de Cartagena antes da independência do país, achei a entrada bem carinha (COP 17.000) para o que o museu oferece – é bem pequeno.

Museo de la Inquisición - Cartagena
Museo de la Inquisición – Cartagena

A parte legal é que rola uma lenda de que a casa é assombrada. Então, se você sempre sonhou em ser um Caça Fantasmas, entre e se divirta.

2ª a sábado: 9h às 18h
Domingo e feriado: 10h às 16h

Ingresso
Crianças: COP 14.000
Adultos: COP 17.000
Último domingo do mês é gratuito.

Plaza de Santo Domingo
É um dos lugares mais animados da cidade e foi nossa primeira parada para uma cervejinha. Toda a praça é rodeada por bares e restaurantes, que colocam mesas em todo o centro – tome cuidado porque, como venta forte, várias vezes os sombreiros voam levando mesa, cerveja e cadeira. Mas não se intimide, sente em uma das mesas e espere (horas) para ser atendido. Mas juro que vale a pena, pois a praça é animada, tem muitos cantores de rua e ambulantes oferecendo de estátuas a réplicas de óculos.

Plaza de Santo Domingo - Cartagena
Plaza de Santo Domingo – Cartagena

É nesta praça que está La Mujer Reclinada, grande escultura de Fernando Botero, popularmente conhecida como La Gorda. Diz a lenda que o homem que passa a mão na bunda da “Gertrudis” (outro codinome da gorda) garante virilidade para o resto da vida. Para os casais que querem garantir um futuro duradouro e lindo, basta uma apertadinha nos seios da estátua. Por via das dúvidas, o melhor é apalpar ela inteira! Não custa tentar…

La Gorda - Cartagena
La Gorda – Cartagena

Em uma das esquinas da Praça Santo Domingo está a bela Iglesia de Santo Domingo, a mais antiga da cidade – como não é aberta à visitação, o ideal é chegar antes do meio-dia e esperar a missa acabar para entrar. O interior não é liiindo não, mas vale pelo pedido (uma vez, alguém me disse que toda vez que se entra em uma igreja pela primeira vez você tem direito a fazer um pedido. Sempre visito igrejas, sempre!)

Plaza San Diego
Minha praça preferida de Cartagena! Por ser em frente à faculdade de artes, à noite fica mega movimentada, com artistas de rua, ambulantes, feira de artesanato e barraquinhas de comida de rua. É simplesmente linda (principalmente no Natal) e fica perto dos melhores restaurantes da cidade, além de abrigar o famoso Hotel Santa Clara (sério, se tiver a oportunidade, peça para entrar na área comum do hotel, onde fica o restaurante. É simplesmente maravilhoso! Um dia chego lá…).

Plaza San Diego - Cartagena
Plaza San Diego – Cartagena

Parque Fernandez de Madrid
Fica pertinho do Hotel Santa Clara (250 metros) e oferece restaurantes e opções menos turísticas (leia-se mais baratas) do que a Plaza San Diego. Muita gente compra um pedaço de pizza e senta na praça para comê-lo acompanhado de uma boa cerveja (tomei a mais gelada no KGB, barzinho que fica nessa praça).

Catedral de Santa Catalina de Alejandría (Calle de los Santos de Piedra, Cra. 4)
A catedral tem história! Começou a ser construída em 1575 e foi seriamente atingida pelos canhões de Sir Francis Drake, em 1586. quando fomos, o interior estava em obras, por isso, não deu para ver direito tudo, mas vale a pena a entrada!

Existe o que ser visto fora das muralhas – Convento de la Popa, Castillo de San Felipe de Barajas e Los Zapatos Viejos – mas admito que tive preguiça. O mais longe da cidade amuralhada que fui (além do hotel em que fiquei) foi em Bocagrande para molhar os pézinhos no mar no dia 31 e aproveitar o ar condicionado do shopping.

Praia de Bocagrande - Cartagena
Praia de Bocagrande – Cartagena

Bocagrande é quase os Estados Unidos, com muito prédio alto e espelhado, fast foods e hotéis de grandes redes. Mas assim, vamos combinar, tem muito mais charme visitar os Estados Unidos em Nova York do que em Cartagena, né?

Já pensou em conhecer o mundo de maneira independente e segura? E o melhor, sem gastar muito? Chega aqui e descubra tudo o que podemos construir juntos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s